Chroniques

Esporte é Vida

Algo muito interessante para se ter entendimento é sobre a disciplina e outra é postura.
Aprendi com os meus Mestres na Capoeira, que saber fazer um jogo bonito é essencial, sabendo se defender, mas se porventura cair, saber levantar-se rapidamente.
Hoje em dia, há enorme procura para os esportes induzindo os filhos à prática esportiva, mas se também os pais procurassem os benefícios dos esportes, praticando-os em família é fundamental, pois há a integração, melhorando o relacionamento familiar.
A minha procura logo cedo pelo esporte foi devido a influência de uma prima que praticava atletismo e eu acompanhava ela até o Ibirapuera e em outros clubes, observando
o desempenho daqueles atletas, a motivação para querer sempre fazer o melhor, tendo assim bons resultados.
Escolhi a Capoeira, por ser um esporte completo, trabalhando bem o condicionamento físico, a integração social, a musicalidade, a diversão, antes de tudo, o respeito.
Saber divertir-se, trazendo os benefícios para o seu corpo, sua saúde, e depois poder recomendar perfeitamente para as pessoas, é uma satisfação, pois como capoeirista, sempre coloco na prática o meu aprendizado e como tenho filhos, tenho o prazer de sempre ensiná-los, por isso somos todos graduados.
A hora exata que você colocará em prática o que você aprendeu durante anos em uma academia, observando seu Mestre com o novo exercício, a nova corda de graduação, a hora da roda, a música que você escolheu para cantar bonito para o Mestre, você está sabendo neste instante que você esta pronto e diz para você mesmo: _ Sim, eu estou pronto para jogar bonito!
Mas…quero ver é na hora do inesperado, na hora que você esta sozinho, na hora que você tem que ser você e não tem exatamente ninguém por você. É nesse momento que você próprio é o seu Mestre. São os seus pensamentos, são as suas palavras que comandam, que fazem que você escolha o melhor caminho, que ordena que você olhe para a luz, uma luz que te faz brilhar, eliminando todos os seus medos e quando você esta no comando do seu corpo, com equilíbrio e força, você sempre vence e joga bonito, mas é no jogo da vida.
Certa vez…ao dirigir numa estrada, voltando para casa, eu cantava uma ladainha que adoro:
« Sou um jogador, jogador de Capoeira!
Capoeira é uma Arte, da cultura brasileira! »
(…)
(Mão Branca)

Regina Rocha

***

O Escrever

Como definir precisamente essa ação maravilhosa que é o escrever, que de forma poética,dissertativa, narrativa, conclusiva, simplesmente liberando todas as emoções, ou em uma simples folha de papel, com seu grafite, ou mesmo no seu computador, você relata todas as impressões do seu dia, ou do passado ou mesmo predizendo o futuro.
É um momento mágico, há a necessidade extrema do entendimento do seu universo e em uma união suprema, com o universo alheio. E o lugar que manifesta toda essa comunhão pode ser de fronte a uma paisagem linda, no seu recanto, no trabalho, porque há uma ordem expressa em seus pensamentos: _ Vá escrever! E palavras encantadas dançam em sua mente e em qual idioma?
_ Não sei! A ordem é emocionar, é cativar, indagar, transferir sensações, fazer você imaginar, fluir, sorrir ou chorar.
É uma hora que você não precisa de nada excepcional e ou outros artifícios para chegar nesse momento lindo, a não ser entender e amar cada vez mais o seu Eu expressivo, poeta, pois ser escritor, é presentear a literatura com suas letras, reverenciando o trabalho de grandes escritores no passado e dando continuidade à escrita sempre de forma inovadora.
O saber reverenciar a cultura de outros países é fundamental, homenageando sempre sua língua raíz, mas, querer apenas bater palmas as letras do idioma predominante, isso não é plena interação, visto hoje, nesse mundo globalizado, há a necessidade da comunicação ser abrangente, efetiva, visando a difusão de uma comunicação eficaz e dinâmica.
A divulgação da leitura, o estímulo para que os jovens possam ler, é imprescindível, tanto para autores já reconhecidos ou mesmo os iniciantes que trazem uma visão diferente dos acontecimentos ao mundo.
Destacando é claro, suas experiências ou num conto fantástico ou diante de fatos reais, o escritor, poeta, contista, comunicador, terá seu papel inovador e exuberante marcado na história. As suas letras definem o seu ser e este deixa preciosas marcas na trajetória de sua Arte.

Regina Rocha

***

Luzes da Cidade

Em toda cidade, luzes sempre brilham sobre a arte e sua história fascina, mesmo entre sombras, em um canto há demonstrações de riquezas e em outro canto, o contrário.
A beleza está em acender as luzes, para destacar obras maravilhosas como em uma viagem lindíssima, à Paris, com suas luzes exuberantes na Torre Eiffel, ou em Champs Elisées, ou mesmo no Brasil, onde destacam-se também obras primorosas como de Victor Brecheret, com sua influência italiana, com sua arte em São Paulo, ou a cultura japonesa que recebeu uma homenagem com uma peça numa avenida da cidade, entre outras. No Rio de Janeiro, O Cristo Redentor é supremo.

De braços abertos
Cristo redentor
Rio de Janeiro revela
todo o seu amor
em poesia e versos
com belos poetas
e suas manifestações culturais
berço do samba
à beira mar, músicas
Milton Nascimento e Jobim
e tão belo assim
São Paulo e suas esculturas
Monumento às Bandeiras
de granito, em jardins
Ibirapuera
e sua representação de arte
Avenida Paulista
trabalhadores, investidores
arte moderna
cidade bela
que faz do meu país
verde, amarelo
Brasil a ti
sobretudo
a minha maior expressão
de amor a essa sua
maravilhosa geografia
o mundo
a descobrir!

O fato é que a influência de outras culturas é forte e enriquecedor, sendo que na harmonia da interação que a cidade prospera e se estrutura, pois não haveriam as ricas esturuturas suntuosas, sem a grande colaboração da migração que existe de outras regiões para o sudeste, apresentando farta mão de obra. Os grandes chefes de cozinha, sem os seus auxiliares na soberba gastronomia, os grandes escultores, com a ajuda de artesãos simples que colocam literalmente a mão na argila, que capricham nos detalhes e …Voilà! Está pronta a obra para receber a assinatura do artista! Nas panificadoras, que o autêntico pão francês, que era feito antes por horas amassado por um serviçal até ficar no ponto com o complexo levedo, mas que agora já contam com a facilidade dos misturadores mecânicos, permitindo o feitio da massa mais rapidamente para as baguetes, Uh là là!
Ainda como uma peça teatral sempre haverão aqueles que ficarão nos bastidores, colocando juntamente com sua arte, toda a sua energia, dentro da sua simplicidade, pois haverá aquele protagonista ou antagonista de uma história, que por sua vez comoverá intrínsecamente algum espectador disposto a se emocionar.

Regina Rocha

***

São Paulo

São Paulo é uma cidade rica, em diferenças e contrastes, pois apresenta o brilho nos olhos de uma criança num instante em outro um lamento,ou alguém que passa de repente em gargalhadas, pura alegria ou aos gritos de pavor.

Tudo acontece ao mesmo tempo, é uma mistura de sons e o mais profundo silêncio, uma combinação exuberante, como se formasse notas musicais em uma orquestra, onde todos dançam conforme a sua própria música.
A minha música? Deixe eu te contar, permita-me eu revelar, começo com a mais sublime meditação para encarar o meu dia em São Paulo, pois para que o seu dia comece bem no trabalho é preciso ser suave, com seus movimentos, leveza,
sorrir ao ver a luz do sol e se tiver chuva? sorrir para ela também, pois se você começar o seu dia com rispidez, seu dia será um tanto quanto desagradável, mas se for gentil para consigo mesmo e para com os outros, com certeza terá bons resultados em seus negócios ao final do dia.

Para os momentos de espera, até chegar ao trabalho, recito meus mantras que acho melhor para cada situação ou canto a minha melhor música e como sou eclética, posso estar cantando MPB num instante ou pensar numa música francesa, talvez um ritmo de soul ou jazz, de repente algo em italiano, così vero? uma ladainha de capoeira? Sim, às vezes, quando preciso me sentir forte, daí eu fico muito mais alerta.
Enfrentar o ritmo da cidade você não pode dormir e ficar desatento, vejo muitas pessoas despreparadas, reclamando o tempo todo das suas aflições e esquecem de agradecer.

O agradecimento começa desde o início do seu dia até o seu retorno para a sua casa e feliz por você ter conseguido findá-lo com saúde e próspero. Certamente a prosperidade pode ser alcançada nos pequenos detalhes do trabalho do seu dia, não importa em qual espaço,o lugar que você esta nesse momento, com quantas
pessoas, o que realmente importa é conseguir transmitir a sua melhor energia e captar energias boas para você se estruturar.
Agradecer a sua cidade, a sua casa nesse exato momento é fundamental, ela pode ser rica, ou modesta não importa, pois o seu papel aqui é da mais suprema importância, você faz parte de um todo e essa comunhão de fatores é que fazem da sua cidade ser tão linda quanto é.

São Paulo em que várias pessoas caminham com passos rápidos para o seu destino, cabisbaixas ou não, impetuosas? Sim? Não? Isso depende única e exclusivamente da sua postura diante da sua vida e como você decide se posicionar
diante de todas as coisas que são apresentadas para você. Eu amo a minha cidade e todo instante fico observando o valor que todas as pessoas tem, como todos contribuem de alguma forma pra deixar esta minha cidade mais linda.
O meu bairro? é a Móoca, adoro tudo relacionado a arte tão significativa apresentada em vários espaços de cultura na cidade e quando promovem eventos para que maior número de pessoas possam entender o que é a arte.
A arte está exatamente em se expressar da forma mais bela e com encantamento e posso dizer que aprecio várias culturas ao mundo, mas aprendi que primeiro lugar esta o meu espaço, o meu recanto, a minha cidade e o meu país.

(Regina Rocha)

***

Valores

Ao término do jogo o rei e o peão voltam para a mesma caixa” ( Provérbio italiano).

Ao entrar em uma sala de reuniões, deparei com um lindo jogo de xadrez que fazia parte da decoração, uma pequena árvore da felicidade? Bem, é o que eu soube no momento identificar, mas a combinação dos detalhes estavam de certo harmoniosos, então fez-me pensar neste provérbio.

Fez-me pensar em pessoas que realmente se preparam e se comprometem para dar solução a determinados problemas, se realmente o fazem ou apenas estão dispostos a fazer o que é conveniente.

A pressa está inimiga da perfeição, ou mesmo, talvez inimiga da boa educação e cordialidade para com as pessoas. Documentos precisam serem entregues com urgência no prazo estabelecido. Pessoas humildes precisam trabalhar para agilizar a remessa de documentos com total segurança no trabalho?

_ Esses documentos precisam ser entregues até hoje sem falta! Rápido! Rápido!

Disse uma senhora, quase rouca, resmungando.

Um rapaz, assim que solicitado, chegou ao escritório para levar os documentos ao seu destino e tomou o cuidado para protegê-los bem, pois estava chovendo muito. Cuidadosamente, pegou a remessa e seguiu o seu caminho.

Passando algumas horas, já podia-se ouvir os gritos da senhora que gerencia no setor administrativo.

_ Onde será que está aquele rapaz? Perdido? Eu quero que sejam entregues os documentos!

Outra pessoa respondeu: _ Deve ter se acidentado, que ódio! Pois nem mesmo dá sinal de vida!

Até o final do expediente o rapaz não apareceu e deixou muitos babando de raiva.

Na verdade, os pensamentos estavam nos registros, nos papéis, mas e na vida humana?

Muitos estudam para avaliar o valor intrínseco da vida humana, seus direitos e depois necessariamente os papéis sobrepujam a determinados valores.

No dia seguinte o rapaz não apareceu, outros pegaram o seu lugar e levaram também em algum destino documentos importantes. Até que um dia aquele rapaz apareceu nesse mesmo escritório, ele havia se acidentado e então não pode cumprir o seu trabalho naquele dia.

Com os olhos vermelhos, certamente sentindo ainda muita dor, falou:

_ Estou aqui novamente para o meu trabalho, qual o endereço que devo fazer a entrega?

Mais uma vez ele estava ali, firme para prosseguir na sua luta, sem saber se seria valorizado ou não, mas feliz, por poder continuar executando o seu humilde trabalho.

Regina Rocha

Campus Party

Evento extraordinário, ocorrido no Ibirapuera, cujo diretor é Marcelo Branco do Campus Party Brasil 2008,

assessor de estratégia para o desenvolvimento de software livre, um encontro de jovens e personalidades do Brasil e de outros países, tendo como destaque alta tecnologia.

Meu filho Jorge Willians, que faz parte do grupo Hacker Teen, não poderia deixar de estar presente e representou a 4Linux, junto com seu amigo Guido, participando ativamente de tudo que estava acontecendo no campus.

Devo dizer que precisamente, este curso Hacker Teen, melhorou muito seu desempenho no trabalho, orientando em diversos aspectos, tanto na área de empreendedorismo, como segurança, interação e comunicação.

Há a necessidade do jovem não somente interar-se na parte de hardware, ou precisamente o software que ele irá usar, mas é preciso focar a dinâmica para que o conjunto das coisas possam permitir que ele se sinta seguro em se expressar e exteriorizar o seu conhecimento.

Professores competentes trabalham vários aspectos, tanto o emocional, como promovem que o jovem não se expresse somente on line, nas aulas via internet, mas quando ocorre os encontros presenciais, eles fazem o possível para ter a sua presença marcante.

Somente sorrisos do JW estavam presentes, tembém em suas fotos registradas no evento, sendo que o acampamento em si, permitiu que fosse divertido e cada um pode levar o seu computador e trocar idéias e experiências.

Uma semana de completa interação, discutindo temas interessantes com pessoas graduadas explicando qual o verdadeiro sentido, o foco, o domínio da tecnologia, ganhando camisetas do evento, a própria barraca. mochila e quando ele chegou no domingo, estava exausto, mas feliz, organizou suas coisas e contou-me com alegria que pode ajudar em alguns assuntos nas palestras e rir muito ao ver o teatro do Maddog e depois de falar tudo sobre os detalhes do campus….dormiu…ZzzZzzz

Regina Rocha

Educação

Desafio

O desafio do conhecimento,
apresentar para as montanhas,
a sua arte e mistério
dia após dia sob conquistas.

A conquista esta na hora exata,
dos segundos após segundos,
surgem especiais momentos
doce vida magistral revela.

O doce segundo do sorriso,
da criança feliz que aprende,
que chora sentida descontente
coração gelado insensível adulto.

As luzes clareiam a cidade,
há sombras presentes no contraste,
a criança desenha em seu caderno
coloridos d’alma presente eterno.

( Regina Rocha )

Professor

É muito interessante poder observar as diferenças, onde até mesmo fico perplexa, nesse mundo de tantos contrastes, pois posso notar o empenho de alguns professores nas redes públicas de ensino, trabalhando muito criativos para despertar interesse nos alunos, estes que em sua maioria trazem vários problemas no aprendizado, mas isso, é claro, é logo resolvido, sendo que, professores destacam-se para minimizar as dificuldades, colocando em seu plano de ação trabalhos com musicalidade, esportes, teatro, enfim várias alternativas para que a criança se desenvolva satisfatoriamente.

A ajuda do governo para a escola, atendendo as necessidades básicas com material escolar, com a merenda que é oferecida no decorrer do período que as crianças participam das atividades, promove melhor desempenho escolar, porque criança mal alimentada não aprende, é apática e não sorri.

Professor empenhado, é aquele que consegue reverter esse quadro, não precisa ser mágico, apenas saber de todos os alunos que estão presentes, eles tem por direito a uma boa educação, eles não estão ali por acaso, é um direito expresso do cidadão de obter o conhecimento.

Não é ensinar apenas por ensinar, ou mesmo saber de quanto é que o aluno possui, se é rico, pobre ,demasiado inteligente ou com dificuldades para aprender, mimado ou largado, bem nutrido ou desnutrido, com família ou esquecido, o fato é que, ao adentrar em uma escola, pública ou particular, o professor assume o compromisso de que tem que proporcionar a melhor educação e buscar dos alunos o seu melhor desempenho.

Não é só exigir dos alunos boas notas, boa conduta, disciplina, é sim promover constantemente que isso seja recíproco, ou seja, alunos com ótimo desempenho e professores graduados que não estão dispostos a tornarem as aulas precárias, pois que sejam, ricas, dinâmicas, com bons exemplos, com divulgação a todo instante da Literatura, de autores clássicos ou mesmos novos, conhecidos ou desconhecidos  que se fale de história do seu país ou mesmo com exemplos da história de outros países, comentando-se também da globalização, da comunicação, da universalidade, da importância extrema de se cuidar do nosso planeta, da riqueza que existe na água e que o ar que respiramos está para todos, para quem possui riqueza e o desafortunado,tendo por sua vez, que dividir o mesmo espaço global, que haja paz no mundo, mas existem as guerras, existe maldade, existe mesquinhez.

O educador, às vezes, pode achar mais prático não dar o todo de si e mostrar toda a sua intelectualidade,o seu louvável conhecimento, um dia ensina-se um pouco, outro dia faz-se uma piada, outro dia, fala-se da receita que pode lhe deixar melhor nutrido, de enfatizar radicais de palavras sem sentido, agora, vamos conjugar o verbo amar e educar também, mas, não é somente em um idioma não, são em vários, pois o verdadeiro educador tem que entender de universalidade, tem que entender de doação de energias para com o outro, mas na íntegra, tem que haver o entendimento antes de tudo do processo do ser humano, do respeito para com as pessoas, para com a família, com a sociedade e por fim, fazer parte dignamente desta profissão tão linda, inteiramente responsável com primor da formação dos cidadãos em uma comunidade.

« Quando letras fascinam
transferem à alma a exclamação
soberbo! Que expressão!
vida e sabedoria ensinam

Na simplicidade sorriem
crianças com seus mestres
lecionam e cantando felizes?
ao puro prazer da arte refletem

Sobre raios brilhantes do sol
da lua tão bela radiante
os grandes mestres em prol
da educação efetiva e exuberante

Porque o amor as letras
se ensina com todo carinho
das particularidades com as palavras
Mestre em plenitude e conhecimento

Tu és digno, magnânimo defensor
das palavras perpetuas o tempo
ministra seus cursos professor
as estrelas contemplam seu esplendor »

( Regina Rocha )

***

Relações Humanas

_ What’s your name?
Uma menina linda ao aguardar a sua aula de inglês, demonstrou muito interesse, surpreendendo-me com sua pergunta.
_ My name is Regina.
No processo de comunicação, relações humanas, o professor geralmente inicia com todo um trabalho de apresentação, promovendo interação na sala de aula, tanto que os resultados são positivos na socialização das crianças, adultos.
Ao deparar com uma sala de aula, há um compromisso social, responsabilidade, respeito para com o outro, a prioridade deste processo interativo busca reciprocidade, verdade.
Os seus olhos dizem toda a verdade. Não adianta estar com toda a sua nobreza, perante ao simples, desviando o seu olhar do todo, ou com toda a sua simplicidade, querendo ofuscar os seus olhos diante de quem se julga nobre.
O verdadeiro confronto existe quando se lança um olhar de igualdade para com todo ser, objetivando constantemente a presença do amor, o respeito.
_ What’s this?
Minha obrigação como professora, é aguçar a curiosidade, não permitindo apenas os pensamentos limitados, mas estabelecendo um mecanismo de liberdade de expressão.
_It’s a vocabulary.
Apresentar o vocabulário para a minha adorável aluna, deixa-me inteiramente lisonjeada em poder evidenciar as letras, palavras, conscientizar, obtendo assim, o aprendizado de qualquer linguagem, é preciso o treinamento diário, que se faça uma pesquisa de vocabulário, assimilando novas palavras.
O aprendizado é constante, todo o segundo nos possibilita adquirir uma nova oportunidade e o momento concedido para poder expressar o conhecimento, sobrepuja o saber. A conquista ao realizar a efetiva educação, concretiza-se.

( Regina Rocha )

***

Dia da Criança

Na escola os professores estavam embrulhando alguns presentes para as crianças e também conversando sobre quais doces poderiam ser preparados, qual enfeite colorido agradaria.
Vários presentes eram colocados um a um sobre uma mesa, embrulhados com capricho, quando Jonathan, menino de oito anos, estudioso, trouxe seu caderno, lápis e uma moto de brinquedo.
_ Professora! Veja o que eu ganhei do dia das crianças?
_ Que lindo presente Jonathan!
A professora parou neste instante de ajudar com os embrulhos dos outros presentes, pegou os seus livros e levou Jonathan para a aula de inglês,
aguardando os outros alunos chegarem.
Logo que chegou na sala, a professora já colocou a lição na lousa, pois jonathan estava atrasado com a matéria, devido não ter o caderno,
pois escrevia nas folhas que a professora lhe entregava para fazer os desenhos.
_ Jonathan, você fez os desenhos?
_ Não fiz ainda o da sala de aula, com as mesas, carteiras, lousa, mas fiz apenas de uns animais.
_Quais?
_ O desenho do gato, do cachorro.
_ Vamos desenhar outros bichos agora! Você quer escolher?
_ Sim.Eu quero a formiga, peixe, a tartaruga, o leão.
Jonathan estava muito interessado em completar a lição no caderno e fazer os novos desenhos, identificando os nomes e as coresem inglês e quando ficava mexendo com seu caderno, lápis e as folhas, a sua moto caiu ao chão.
_ Aaaaaii! A minha moto! O meu troféu.
_ Troféu?
_ Sim, professora. Eu adoro o meu brinquedo.
O cuidado que Jonathan pegava o seu brinquedo, o caderno, lápis, comoveu a professora. Ele resolveu brincar na escola com seu bonito presente e ao mesmo tempo aprender inglês, desenho e logo à tarde, iria praticar o seu esporte preferido.

( Regina Rocha )

O Quadro-Negro

A aula de inglês já havia começado, quando uma menina entrou na sala e ficou olhando a professora, que explicava sobre a importância de Greetings ao dia.
_Good Morning! What’s your name?
_ Sofia.
_ Venha Sofia! Sente-se com seus colegas e vamos conversar sobre a importância do cumprimento durante o dia.
A professora explicou sobre Greetings, animais, horas, pronomes demonstrativos, cores, textos e exercícios e logo chamou os alunos para fazê-los na lousa.
_ Por favor, quem terminar os exercícios, pode vir até a lousa e escolher qual quer fazer.
_ Eu terminei!
_ Igor! Good!
Alguns alunos conseguiam terminar rapidamente a lição, outros escreviam devagar, mas a professora respeitava o tempo de cada um.
_ Quem ainda não foi até o quadro?
_ A Sofia! Disse Paula.
_ Sofia, faça um exercício na lousa para a professora!
A menina ficou estática, abaixou a cabeça e fez que não ouviu nada, continuou pintando seu desenho, identificando as cores e os nomes dos animais.
_ Sofia, é a sua vez!
Sofia trouxe um caderno muito bonito para fazer as suas lições e tinha uma caligrafia interessante, porém não atendeu a professora, fazendo esta se levantar e ir até a sua carteira.
_ Hey! Faz um exercício para mim na lousa?
Sofia apenas balançou a cabeça dizendo um não e seus olhos fixavam nos da professora e demonstrava puro medo.
_ Você sabe fazer o exercício, pois se não souber eu te ensino.
_ Não! Eu não quero ir!
_Sofia, você já reparou o quadro negro? Ele pode ter muitas cores!
A professora estendeu a mão para Sofia e falou:
_ Venha! Não tenha medo! Qual é a cor do giz que você quer escrever?
_ Amarelo.
Sofia pegou na mão da teacher e a acompanhou até o quadro.
_ Estas palavras estão no singular ou no plural?
_ Singular.
_Book! Very Good!Agora qual o pronome demonstrativo correto?
_ This is a book.
_ Excellent Sofia! Thanks.
A menina voltou para a sua carteira com um sorriso e voltou a fazer seu desenho. Todos copiaram vocabulary para apresentarem a lição de casa na próxima aula e novos desenhos bem coloridos.
_Good Weekend! Bye bye class!

( Regina Rocha )

O Sol e a Lua


Todos os dias, num ritmo acelerado, indo para o trabalho, às vezes, posso notar detalhes que impressionam ou mesmo tudo é tão condicionado, tão maquinal, que até mesmo virar para o lado e direcionar o seu olhar para apreciar algo diferente e ficar à espera de um momento surpreendente, pode ser revelador.

Eis que num andar apressado, consigo apenas visualizar somente o que está a minha frente e pensar na empregada que já estava à espera para abrir o escritório e poder começar então o seu serviço, mas um encontro fascinante surpreendeu-me, o sol e a lua!

O sol estava de um lado, já com seus raios brilhantes no meu rosto; a minha esquerda a lua, cheia, compĺeta de beleza, despedindo-se do amanhecer; do outro lado o sol impetuoso, intensificando o seu calor, como se dissesse: será um grande dia; a lua te convida a contemplá-la e enigmaticamente te hipnotiza e seus olhos ficam sem mesmo piscar por instantes.

Existem momentos que merecem ser registrados e é por isso que me pergunto o porquê não aproveito também a minha inspiração para a fotografia.

Certamente muitas dessas cenas mágicas do dia-a-dia ficam guardadas em sua mente, são toques de sensibilidade diários que nos chegam para dizer que aqui existe vida, pois o conjunto de todos esses detalhes e de quanto se está predisposto para uma minuciosa observação é o que vai garantir a sua interação com elementos também considerados significativos.

Os pássaros cantarolavam nas árvores, um toc toc dos meus sapatos pelas ruas, a conversa descompromissada das pessoas, cumprimentando-se ao passar pela padaria, os motoristas comentando qual o destino do dia e mais uma vez, abro a porta do meu trabalho.

( Regina Rocha )

Publicités

Une réflexion sur “Chroniques

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s